A Montagem

Através de equipamentos de fixação são instalados dois projetores de 15.000 ANSI lúmens sobre a piscina com o foco voltado para a água - o público fica ao redor talvez sentado em arquibancadas desmontáveis... Atravérs de uma técnica - conhecida como video mapping - toda a superfície da água será afetada pelas imagens transmitidas e projetadas nelas. A partir deste ecram de água + algumas traquitanas várias situações de performance podem ser criadas...
Outros equipamentos são usados para tornar a piscina como um ecrán pronto para ser explorado como meio de representação : hidrofones (microfones subaquáticos), leds subaquáticos, câmeras transmitidndo para o telão exterior (opcional), etc...

 

VIDEO TRIGGERING

Através de um método de programação entre câmeras e processador de imagens -conhecido como video triggering - obtém-se a sincronização exata para que cada quadrado projetado na piscina se torne "sensível ao toque" como um teclado de DJ ou como a tela de um smartphone...

Assim muitos sons podem ser alocados para cada quadrado formando um "hiperinstrumento" que pode ser tocado dentro d'água por um ou mais performers. (veja em repertório)

 

A piscina pode mudar de cor com facilidade tanto através de projeção de vídeo quanto por iluminação LED -sugere-se cores bem fortes e dificilmente agregadas à água : veremlho, amarelo ouro, branco, preto.

Projeções de diversos tipos Rio Tietê em SP, padrões abstratos e geométricos, insetos e todos os bichos escrotos, personagens, etc...

Instalação Sonora PSSA : Paisagens Sonoras Sub Aquáticas - composta por 4 hidrofalantes instalados dentro d'água. 2 mixers pré amplificadores, 2 amplificadores e robô player quadrafônico. Veja em www.sukorski.com/PSSA